InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem Vindo ao Fórum
Forever & Ever!


Email:
rpgforeverandever@gmail.com

Inaugurado em 01 de abril de 2010.

Apenas Cannos!

CrisLuhLih


Ano: 2011
Mês: Dezembro
Estação: Inverno

Tempo
New York
3º graus
Nublado

 Regras
 Trama
 Lista de Avatares
 Descrição dos Grupos
 Cannons Femininos
 Cannons Masculinos
 Ficha de Inscrição

Stars

Point Me

Quer ser Parceiro? Adicione nosso botton e envie um botton de 90x50px para o email rpgforeverandever@gmail.com




O Forever & Ever é um Fórum de RPG baseado nas histórias de Wall Disney marca registrada.
Todas as citações contidas não contêm fins comerciais. São apenas para entretenimento.
Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do FOREVER & EVER.
Não copie sem autorização.

Compartilhe | 
 

 Fachada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador

avatar


MensagemAssunto: Fachada   Qua Abr 21, 2010 9:20 pm


Com a fachada de uma tradicional casa chinesa, esse prédio na verdade é o quartel onde o Grupo Especial Chinês treina todos os dias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fa Mulan

avatar


MensagemAssunto: Re: Fachada   Sab Jun 05, 2010 11:20 am



Reflection


O dia da apresentação finalmente havia chegado. Não fazia muito tempo que eu estava na América, mas, ansiosa do jeito que eu estava, mais pareciam séculos que haviam passado.

Procurei caminhar um pouco pelas ruas... Sinceramente, me destacava em meio a tanta gente. Seus costumes tão diferentes dos nossos, até mesmo suas maneiras de agir , de se olhar eram estranhas para mim...

Não que não soubesse sobre sua cultura. Muito pelo contrario, minha honrável família sempre buscou manter-me informada. Conheço a cultura bem como sua linguagem, porém estudá-las não é a mesma coisa que vivê-las.

Parei em um banco, para observar em especial o comportamento masculino. Céus, como isso me assustava! Os homens pareciam tão bruscos, sempre apressados, como se estivessem em uma constante disputa de poder... Mesmo aqui, eles eram diferentes das mulheres!

Quando voltei para onde estava temporariamente hospedada, corri para acender incensos e ajoelhei-me, para prestar mais uma vez homenagem a meus ancestrais: mais do que nunca sabia que precisaria deles...

E agora, eu estava prestes a encarar a realidade: levei minha mão ao peito para sentir as batidas do meu coração. Gesto desnecessário, pois tinha certeza que podia escutá-las a metros de distância. Meus passo eram lentos, muito cautelosos quando parei de frente aquele espelho de corpo inteiro a porta do armário. Analisei minha imagem. Naquele momento, eu não era ninguém importante, pois esperava que a partir daquele dia, eu pudesse descobrir quem eu sou na realidade. Encontrar e trilhar meu verdadeiro caminho...

Segurei as cascatas negras que emolduravam meu rosto. Compridas, bem tratadas, minha mãe sempre dizia que as mulheres deviam ter orgulho de seus cabelos. Pensei nela quando fechei meus olhos e com um corte único (para que não corresse risco de eu desistir de fazer isso, as madeixas longas foram ao chão. Tornei a abri-los. Agora, definitivamente, não voltaria a trás.

Prendi-os cuidadosamente. Procurei aquelas vestes meio antigas que consegui nas coisas do meu pai e vesti-as. Já estava pronta para sair quando lembrei-me de prestar mais uma vez, uma homenagem aos ancestrais. O perfume do incenso se espalhou pelo quarto. Agitei um delicado sininho que trouxe do templo que minha família freqüentava e juntei as mãos, fechando os olhos mais uma vez.

- Honoráveis ancestrais... Peço mais uma vez seu auxilio para esta jornada eu começa hoje... Mais do que nunca... Preciso de sua iluminação... Ajude-me a ser outra pessoa para descobrir quem eu realmente posso ser... - o sino foi mais uma vez tocado, antes de me levantar e, com uma postura mais ereta, caminhei rumo ao meu destino.



[...]



Cheguei ao Quartel do grupo Especial Chinês e estanquei. Meus pés pareciam mais pesados que o normal e senti que estava suando frio.

” Ora, Fá Mulan... Agora, vai dar pra trás? Logo agora que sua caminhada de encontro ao seu destino começou? Vai fraquejar? Coisa de mulherzinha...”- Aquela devia ser a voz da minha consciência, que tinha toda razão! Não ia fraquejar. Não ia desistir, já que havia chegado ali ia resistir até o fim, não importa o que acontecesse. Respirei fundo...

- É agora ou nunca...- foi com esse pensamento que atravessei uma pequena ponte. Meu caminhar era triunfal. Meu porte totalmente elegante (Cof-cof) devia chamar a atenção. Eu devia ser o melhor dos homens e... Epa!

Devem estar se perguntando por que eu parei. Devem mesmo... Mas, tenho um bom motivo... Homens. Muitos homens... Cada um com mais cara de mau que o outro. Uns conversavam alto sobre sabe-se lá o que. Eu estava apavorada demais pra entender o que eles diziam. Outros cortavam as unhas com o pé apoiando em uma cerca... mais a frente, vi um homem apontando para o céu para que seu colega também olhasse. Quando o coitado o fez, acabou levando uma rasteira, caindo com um baque feio no chão. Recuei uns dois passinhos... ” Acho que não vou agüentar!” pensei em desespero.

” Nada disso... já ta aqui, agora só vai pra frente... vamos lá... Só lembrar dos homens que você viu na rua.. Ombros para cima, pernas curvas, peito pra fora.. bunda pra trás e vai lá.. um, dois, um dois... um dois...”

Não tem como discutir com sua consciência. Quando dei por mim, lá estava eu seguindo minha consciência. Parei de frente ao grupinho que ria do colega estatelado o chão. Dei um tapa nas costas do homem mais baixinho do que eu. Bom, ele devia gostar dessas coisas.. bater, deve mesmo ser coisa de homem!

- Com licen.. digo.. diz aê?! - engrossei minha voz o maximo que consegui. - Vocês vieram se alistar? Eu vim me alistar... sabe como é, me alistar... Coisas de homem!- bati no peito com mais força do que queria. Doeu! Os vi trocar uns olhares que não me agradaram. Não sei se tinha conseguido ganhar aigos desse jeito.

- Mesmo? Coisas de homem? Deixa eu te mostrar uma coisa de homem...- disse o mais baixinho, que com certeza era mais enfezado do que aquele outro esticado. Ele arregaçou as mangas e me segurou pelo colarinho. Não, aquilo não era legal! -... que vai fazer você chorar feito um menininha...

Foi impulso! Me encolhi toda, cobrindo o rosto com a mão. No momento em que me encolhi, o punho que estava para atingir meu rosto, acertou em cheio o Esticado, que cambaleou e se apoiou na parede. Senti que meu clarinho foi solto quando os dois se embolaram no chão... Nem sei bem como aconteceu, mas em questão de segundos, lá estava eu encolhida atrás de uma estatua enquanto os outros haviam começado uma verdadeira guerra...

Ah, ancestrais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Li Shang

avatar


MensagemAssunto: Re: Fachada   Dom Jun 06, 2010 7:54 pm

    Novatos. E eu estava me preparando para ser delicado e paciente com eles. Pelo jeito isso foi um sinal dos ancestrais que eu devia é pegar pesado mesmo com eles. Totalmente despreparados. Foi a primeira coisa que me veio a cabeça quando pus os olhos na confusão. Os novatos tinham feito uma verdadeira guerra entre si, eram uns rolando no chão, outros se socando na parede, um inferno. Eles nem tinham percebido a minha presença, fui informado pelo conselheiro enviado por meus superiores da bagunça, sujeito falso, não gosto dele. E não gostava da baderna.

    -Soldados!-gritei, não gostava de gritar mas não havia outro modo senão este para ser ouvido.-Posso mandar todos voltarem imediatamente para a China senão se comportarem! Nem parecem homens! O que está havendo?

    Fiquei parado com as mãos atrás das costas enquanto eles se recompunham, antes mesmo de fazer a fileira estavam apontando para um novato, escondido atrás de uma estátua, só via sua perna. Diziam que ele tinha começado e que a culpa era dele. Não perdi tempo.

    -Novato, você atrás da estátua, se mostre!-disse alto, dessa vez não precisei gritar.

    Enquanto ele vinha até mim, dei uma boa olhada em todos. Sabiam que eu era o maior posto daqui mas aposto que não sabiam quem eu era. Alguns olhavam torto, talvez me achando novo demais, outros com respeito como se conhecessem meu honrado pai. Resolvi deixar as coisas bem claras.

    -Queria que as coisas tivessem começado diferente, rapazes! Sou o comandante Li Shang. E vou falar com cada um de vocês. Começando por você, novato briguento!-disse apontando para o que vinha detrás da estátua.-Pode começar dizendo seu nome e de quem é filho.

    Queria que todos soubessem, mas teria uma conversa particular com esse dentro da minha sala. Novatos desse tipo precisam de uma atenção reservada e precisam ter boas respostas. Não hesito em mandá-lo de volta para a China. Só viso o que é melhor para o meu grupo. O grupo que meu pai liderou por tanto tempo. Mas...vai ser bem complicado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fa Mulan

avatar


MensagemAssunto: Re: Fachada   Qua Jun 09, 2010 7:57 pm



Reflection



Como é que eu ia me safar dessa? Não sabia que o mundo masculino era tão... agitado... Não, não era essa palavra.. frenético.. Não, não combina com a definição... Ah, já sei! Tão MALUCO!! Essa sim era uma definição perfeita pra mim!

Enquanto eles estavam se esmurrando,chutando, arrancando os cabelos, tacando os dedos nos olhos, eu fiz a coisa mais sensata que pude pensar: me escondi, ou ia ser triturada no meio aquela bagunça! A estatua, pelo menos, não ia me acertar um soco no olho com certeza. Tudo o que eu podia fazer era esperar que ele se acalmassem, depois pediria desculpas, diria que foi só um mau entendido, mas olhando bem pra cara delas, não sei se eles iriam me entender bem.. mas eu podia tentar!

"Vai lá e chuta o bumbum deles!”

Eu? Mas de jeito nenhum!!

”Vai bancar a frouxa logo de cara! Enfrenta teu futuro, Mulan, ou teu passado vai estar sempre em seu encalço!” – pude ouvir aquela voz chata que acho ser minha consciência me aconselhando, e muito mal na realidade! Sacudi a cabeça e decidi que ia ficar ali quietinha mesmo, até não conseguir mais!

-Soldados!- me encolhi mais ainda quando essa voz grave, de uma autoridade indiscutível se sobressaiu entre todas as vozes. Os soldados automaticamente pararam, feito estatuas olhando para o homem que havia acabado de aparecer ali na fachada. Nem arrisquei olhar. Posso mandar todos voltarem imediatamente para a China senão se comportarem! Nem parecem homens! O que está havendo?- perguntou ele, e pude perceber, mesmo que não estivesse olhando, uma movimentação dos soldados, como se estivessem rapidamente se organizando e começaram a falar ao mesmo tempo. Tinha certeza que era sobre mim. Fechei os olhos, pois já sabia que era uma questão de tempo para que me encontrassem ali...

- Novato, você atrás da estátua, se mostre! como assim, já me acharam? Abri os olhos, e dei um olhadinha discreta por cima do braço da Estatua. É, o homem estava olhando diretamente pra mim. Engoli a seco e caminhei lentamente, com os ombros e a cabeça baixos até chegar em frente a ele. Oh, céus... senti até uma arrepio quando ele me analisou.

”Calma, branquela… Ele não vai notar nada.. você é um perfeito soldados, não tem nem como desconfiar!”- se minha consciência diz isso, só me resta acreditar. Só erguei o olhar um instantinho, e tremi quando ele recomeçou a falar bem alto.

- Queria que as coisas tivessem começado diferente, rapazes! Sou o comandante Li Shang. E vou falar com cada um de vocês. Começando por você, novato briguento!- quando ele se dirigiu a mi, foi automático me encolher. Fiz uma careta devido ao susto, mas ele não me pareceu ter percebido. Pena que os homens, em fila logo ao nosso lado tinham percebido sim,e acharam bem engraçado. - Pode começar dizendo seu nome e de quem é filho.

Nome?Um NOME?! Eu tinha esquecido disso!! Tinha conseguido uma convocação de meu pai, em nome da família Fá, mas.. Não tinha pensado em nome nenhum! Pensa, Mulan!pensa!!


- Eu tenho um nome... e é um nome de homem, viu?- talvez isso me ajudasse a ganhar tempo.

Que tal Yun?

Yun? Isso não é nome de mulher?

” É, tem razão... Mulan é bem mais masculino... que tal Atchu?”

Atchu? Parece nome de espirro!

” Eu sei.. mas é engraçado... Imagina só... ' Compareça aqui, Atchu!’ e todos os soldados ‘ Saúde, comandante!' "

- Não tem graça..- murmurei sem ao menos me dar conta. Tenho certeza ue ele escutou, mas eu não sei o que dizer! Minha cabeça ia começara girar, e o coendante ia acabar vendo meus olhos indo pra lá e pra cá que nem bola de ping pong e... Ping?- perguntei mais pra mim do que pra qualquer pessoa. É, soava bem e antes que eu recomeçasse a falar sozinha anunciei. - Ping. Meu nome é Ping! - ufa! Respirei aliviada por pelo menos ter vencido esse primeiro desafio de ultima hora! Sabia que muitos estavam por vir, mas com a proteção dos meus ancestrais, eu ia conseguir vencer todos os outros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Li Shang

avatar


MensagemAssunto: Re: Fachada   Sab Jun 12, 2010 9:47 pm

    Por que justo eu tinha que ter o pior grupo de novatos? Nem começaram o treinamento e já brigaram, e agora para responder uma pergunta, o garoto, aquele que tinha começado a briga (segundo a maioria) fez outra confusão. Parecia não saber o próprio nome, e sussurrava coisas para si mesmo, eu estendi uma sobrancelha, confuso. Parece que depois de uma briga interna ele se decidiu.

    -Ping...-repeti. Não conseguia me lembrar de quem ele era filho.-Filho de quem? Não leve todo o tempo do mundo para responder, minha paciência já está quase esgotada.

    Precisava ser severo senão eles não teriam respeito. Entendo que devem estar muito nervosos, eu fiquei assim na minha época de novato mas mantive a linha, esses aqui precisavam agir do mesmo modo. Será que não faziam jovens competentes na China como antigamente?

    -Bom, quero você na minha sala. Não pensem que vocês irão escapar dessa! Mas hoje vão arrumar essa bagunça e caçar comida por si próprios, amanhã o trabalho de verdade começa!

    Dei um passo para trás e os olhei de cima para baixo, principalmente para o menino confuso. Muito magro, muito pequeno, muito afeminado, foi o que pensei. Mas já conheci muito desse tipo, alguns melhoram outros...voltam para casa.

    -O que está esperando? Vamos.

    Apontei na direção da casa. Fui andando. Olhei para cima, olhei para os lados, para o chão, para qualquer lugar, eu mesmo estava inquieto, é claro que não demonstrava, para eles eu era frio e calculista. Passei pela estátua do dragão protetor do quartel, tinham feito uma réplica do original na China. Quando olhava para ele me lembrava de meu pai, astuto, forte, respeitável, honrado. Liderava o melhor grupo da história. Eu queria seguir seus passos, ser respeitado como ele, admirado e ter o melhor exército. Só que minhas esperanças estão caindo e penso que terei no máximo um grupo medíocre. Quem sabe...as coisas tomam um outro rumo. Ancestrais, eu peço, dai-me força e cabeça. E principalmente: paciência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fachada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fachada
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Quartel do Grupo Especial Chinês-
Ir para: